Carreira: Você entrevista seu novo empregador?

Carreira: Você entrevista seu novo empregador?

Carreira: Você entrevista seu novo empregador?

Total de visitas: 596

Entrevista? Ah sim. Tenho lido muitos artigos sobre como construir um bom currículo e como se comportar em entrevista. Você também não é?!

Alguns artigos trazem boas dicas e outros avançam além do que considero adequado, sugerindo inclusive, a “resposta certa” como scripts para “driblar” os entrevistadores. Que pretensão!

Pessoalmente acho temerário que profissionais de pouca, média ou alta experiência sigam no caminho de respostas prontas.

Se o mercado de trabalho quer enxergar o seu valor e está cada vez mais seletivo quanto a isto, este é o seu momento.

É lá que você se diferencia. Respeite seu entrevistador e seja você mesmo!

Assumindo respostas prontas ditadas por aí, você perde a sua identidade e sua autenticidade. Fica igual à todos.

Prepare-se para a entrevista buscando saber quem é ele (o que  faz; qual seu posicionamento no ramo de atividade em que atua; qual o número de vezes que a justiça do trabalho é solicitada a defendê-lo, etc) e também sobre a vaga a que se candidata (todos os requisitos imprescindíveis são atendidos; nos desejáveis que você tenha ao menos um, etc).

Acredito sim em preparo com relação a boa estrutura de seu curriculo (aquele pdf que você encaminha para o entrrevistador); no perfil profissional no linkedin; no cuidado e ensaio de redações cuidando da estruturação de seu pensamento e posicionamento, além do português claro. Outro ponto interessante é resgatar bons exemplos onde você contribuiu com resultados, cumpriu metas e sobre as suas características pessoais. Daí, na hora da entrevista essas memórias estarão mais “frescas” e você poderá demonstrar sua trajetória.

Nisso eu acredito que há geração de valor em alguns serviços oferecidos por profissionais na área de carreira.

Feita a auto-análise e preparando-se no conhecimento da vaga, suas competências vá confiante participar do processo seletivo.

Conte sua história, visão sistêmica e maiores conquistas quando questionado.

De qualquer forma, o que venho falar hoje diz respeito ao seu papel como entrevistador. Isso mesmo.

Principalmente com tão poucas vagas, as empresas estão efetuando processos seletivos cada vez mais competitivos.

Pedem competências técnicas e comportamentais de níveis acima ao que o mercado de trabalho pedia num passado muito recente, mas que você atendeu já que desejam entrevistá-lo.

Uma entrevista de emprego não serve apenas para avaliar o profissional que você é.

Ela também permite que você entreviste esse novo empregador, que pelos critérios de seleção, o considera apto para esta segunda fase de entrevista. Mas quem é ele?

O que você prepara hoje para questioná-lo?

Que critérios você assume para valorizar e entregar seu intelecto, força de trabalho e comprometimento?

As expectativas dele são imediatistas ou  lhe oferece algo de médio e longo prazos?

Para não inventar a roda, sugiro considerar para seus questionamentos alguns critérios que definem quais são as “melhores empresas para se trabalhar”(*)

Entrevista Novo Empregador

Entrevista Novo Empregador

(promovido pela revista Você S/A).

Vamos la, quanto a

1. CIDADANIA EMPRESARIAL

Pergunte de que forma a empresa demonstra sua preocupação com o social e que responsabilidade ela assume com isso, incluindo a comunidade (cidade, Estado onde se instala) e não apenas os funcionários.

  • Ganho: Una-se com empresas que se preocupam com o seu entorno e com as pessoas. Isso demonstrará que consideração ela terá com você.

    2. ESTRATÉGIA E GESTÃO 

    Pergunte ao entrevistador como a empresa dissemina sua estratégia e faz com que todos a conheçam e trabalhem de forma alinhada ao negócio. Se a estratégia, visão, missão e valores embasam suas ações para os próximos anos e como isso é divulgado para os colaboradores da empresa.

  • Ganho: Uma empresa que tem uma estratégia definida e mantém esse alinhamento com seus colaboradores tende a apresentar melhor resultado e propiciar mais oportunidades em função de seu crescimento.

3. LIDERANÇA (caso você seja um líder) 

 

Peça que o entrevistador lhe conte como a empresa lida com seu time de gestores.

Quais são os investimentos com treinamentos para liderança, e se há uma preocupação com a formação de sucessão nas competências que ela busca em novos líderes.

  • Ganho: Se há uma preocupação com a preparação de sucessão então você poderá fazer planos de carreira de liderança com ela.

 

 

4. POLÍTICAS E PRÁTICAS

  • Carreira – Quais são as ferramentas que a empresa oferece aos funcionários para que eles cresçam profissionalmente
  • Desenvolvimento – Quanto a empresa investe na capacitação do pessoal e reconhece a importância da educação para a qualidade, para a continuidade do negócio e para o desenvolvimento profissional.
  • Remuneração e Benefícios – Questione sobre o padrão de remuneração e quais são os benefícios e regras para concedê-los. Se há parte variável na remuneração, como ela se dá.

Quanto mais benefícios mais haverá preocupação da empresa com o seu bem-estar pessoal.

Saúde – Atenção. Um bom plano de saúde demonstra preocupação com sua qualidade de vida.

  • Ganho: Expressa a valorização atribuída aos empregados desde o seu desenvolvimento e carreira, bem estar e saúde, e até a possibilidade de investimentos pessoais através de uma remuneração justa, bem como apoio para alguns serviços como advogados e etc.

Cada empregador, dentro do seu grau de maturidade, trará uma resposta diferente à essas perguntas.

Não estou afirmando que todos terão isso de forma estruturada, mas você poderá perceber o quanto eles estão se preparando para isso e para recebê-lo, ou ainda o quanto eles desejam se tornar uma referência no mercado.

Aqueles que não estão buscando nada do que você perguntar, pouco terão para lhe oferecer no médio e longo prazos. Cuidado. Aceitar vagas de empresas que nada podem lhe prometer pode lhe tirar a possibilidade de ouvir outras oportunidades mais gratificantes.

Existem milhões de pessoas buscando oportunidade sim, mas você foi convocado para uma entrevista.

Entenda seu diferencial e faça valer as horas dedicadas à sua formação acadêmica, trajetória e qualidade na prestação de serviços em empresas anteriores.

Tenha reconhecimento por si mesmo. Valorize-se e não abra mão de que o empregador seja idôneo!

Você precisa do trabalho e o empregador de alguém como você.

Entreviste e escolha, tal qual fazem com você, a que time quer pertencer e bom trabalho!!!

Neila Cristina Franco

Pós-Graduada em Coaching e Liderança pela UNIFACCAMP; Graduada em Gestão Empresarial e Tecnologia da Informação; Consultora de Resultados White Belt pela Falconi; Consultora de Processos de Negócios e Tecnologia da Informação; Coach e Mentora Profissional (foco corporativo e carreira); Analista Comportamental Disc Etalent; Oradora Profissional pelo Instituto Reinaldo Polito; Help Desk Manager pelo Help Desk Institute; Itil Foundation pela Alumni; Docente e Escritora.

Deixa uma mensagem

Seu e-mail não será divulgado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Related Posts

Enter your keyword