NEMP Unianchieta – Oficina Roda das Habilidades Profissionais

NEMP Unianchieta – Oficina Roda das Habilidades Profissionais

Total de visitas: 612

NEMP Unianchieta – Oficina Roda das Habilidades Profissionais

No último sábado (07/04) aconteceu a Oficina Roda das Habilidades Profissionais no NEMP – no Campus da Unianchieta – em Jundiaí – SP.

Estiveram presentes mais de 120 pessoas, entre alunos, pais e comunidade entendendo e se autoavaliando com relação ao seu grau de aderência àquelas mais requeridas em quaisquer cadeiras e carreiras deste século.

O NEMP é o Núcleo de Empregabilidade do Grupo Anchieta e seus objetivos são: Orientar e aconselhar estudantes, ex-estudantes e familiares na busca de uma colocação e/ou recolocação profissional, seja em vaga efetiva, temporária ou de estágio, por meio do desenvolvimento de competências que ampliem as possibilidades de inserção no mundo do trabalho, geração de renda e participação na sociedade.

O tema desta oficina passou pelos seguintes pontos:

  • O que é habilidade?
  • Como a identificamos e a desenvolvemos?
  • Quais são as habilidades profissionais mais requeridas no século XXI?
  • Oficina prática com a ferramenta – Roda das Habilidades Profissionais – Descubra seus potenciais

Meu agradecimento ao NEMP pela oportunidade de levar esta reflexão à todos!

 

Neila Cristina Franco

Pós-Graduada em Coaching e Liderança pela UNIFACCAMP; Graduada em Gestão Empresarial e Tecnologia da Informação; Consultora de Resultados White Belt pela Falconi; Consultora de Processos de Negócios e Tecnologia da Informação; Coach e Mentora Profissional (foco corporativo e carreira); Analista Comportamental Disc Etalent; Oradora Profissional pelo Instituto Reinaldo Polito; Help Desk Manager pelo Help Desk Institute; Itil Foundation pela Alumni; Docente e Escritora.

Comments (2)

  1. Manoj abr 10, 2018

    Mas voltando ao tema central, se todos nós, seres humanos estamos nesta mesma “faixa” não podemos nos confundir ao variar essa freqüência? Aparentemente não, pois ela subdividisse em infinitas minúsculas variações que fazem toda diferença para nós criaturas materialistas e densas. Porém algo bem interessante é que todas as criaturas que estão nessa mesma faixa dividem certos conhecimentos e habilidades. Por exemplo, um cão, sendo um cão faz parte de sua faixa vibratória que ele andará em quatro patas e latirá, já aos humanos faz parte que andará e falará, porém nós levamos vantagem! Temos uma gama imensa de habilidades a nosso dispor, e essa lista só cresce. Além das habilidades óbvias, também podemos “acessar” uma gama de habilidades subjetivas, em verdade todo conhecimento que existe, existiu e existirá está gravado no inconsciente coletivo dessa raça – que por acaso é determinado pela freqüência vibratória – e pode ser acessado por uma mente desperta. Conforme nos aprofundamos no astral e tomamos cada vez mais consciência de nossa existência múltipla, mais temos acesso a esses registros do inconsciente e mais podemos aprender. Logo se temos essa propriedade é fácil determinar que um ser humano encerra em sua mente inconsciente todo o conhecimento da humanidade (ver Campos Morfogenéticos e Egrégoras). custom writing service

    1. Neila Cristina Franco
      Neila Cristina Franco abr 11, 2018

      Obrigada por sua contribuição! Não defendo mudanças que tirem a individualidade de cada um. Muito pelo contrário. Fomos educados para sermos bons em tudo, porém se dirigíssemos a nossa carreira para aquelas onde nossas características são privilegiadas, faríamos com mais prazer e com menos esforço. Ocorre que como seres em evolução que somos, quaisquer habilidades sejam passíveis de serem desenvolvidas, caso desejemos. Muitas vezes temos habilidades adormecidas (no inconsciente) que são despertadas ao acaso e pela prática. Acredito que se todo o conhecimento está em nós, e portanto passível de ser aproveitado, que cabe a nós despertá-lo e não deixá-lo adormecido no inconsciente. Como afirmou Hermann Hesse “Nada lhe posso dar que já não exista em você mesmo. Não posso abrir-lhe outro mundo de imagens, além daquele que há em sua própria alma. Nada lhe posso dar a não ser a oportunidade, o impulso, a chave. Eu o ajudarei a tornar visível o seu próprio mundo, e isso é tudo”.

Deixa uma mensagem

Seu e-mail não será divulgado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Related Posts

Enter your keyword