Você tem autoconhecimento (Know Why)?

Você tem autoconhecimento (Know Why)?

Você tem autoconhecimento (Know Why)?

Total de visitas: 321

Autoconhecimento = Know Why

Falamos recentemente dos 3K’s da Competências Individuais. O primeiro deles trata do Autoconhecimento.

Em tempos de crise, discussões sobre o modelo de trabalho, dificuldade na recolocação e perfis profissionais cada vez mais exigentes, gostaria de contribuir com o meu olhar sobre alguns pontos que se tornam críticos e diferenciais nestes momentos.

Hoje são tantos caminhos e tantas opções que as pessoas também deixam de olhar para todos os lados e algumas esquecem que podem ter mais de uma carreira.

Por que não?!

As carreiras não estão apenas nos ambientes corporativos.

Lá elas são mais estruturadas, mas é preciso que você reconheça as opções que tem, incluindo as carreiras liberais e de assistencialismo. Os setores “dois e meio” e “terceiro” estão aí e já remuneram, você sabia?!

A primeira questão que levo às pessoas que me pedem sugestão sobre a carreira ou mudança nela, é se elas possuem autoconhecimento.
Se elas gostam do que fazem ou o que não gostam, ou ainda o que gostariam de fazer? Se elas sabem quais são as suas características comportamentais e de relacionamento e se elas acreditam que são diferenciais.

A maioria fica minutos para responder. Sabem por que? As pessoas não param para fazer esta auto-análise.

Descobrem-se indecisas para o primeiro trabalho e frustradas quando a carreira não deslancha ou não se sentem motivadas por aquela que está em curso.

A carreira, na maior parte das vezes veio pelas imposições familiares, por acidente (a oportunidade caiu no colo) e não necessariamente buscada por aptidões ou por um foco que se tenha decidido dar.
O resultado é que quando as pessoas se deixam levar por uma carreira, salvo se elas acordam e a redirecionam, o crescimento profissional demora muito mais pra acontecer e daí a frustração é certa.

Em tempos de redução no número de vagas disponíveis no mercado de trabalho, formatos de contratação de serviços, e onde há tanta concorrência, essa questão é de extrema importância. Não subestimem a relevância.

As características ou aptidões para o relacionamento tem muito mais peso do que as técnicas. Você lidará muito mais com questões humanas do que específicas.

Mas alguns dirão: “Eu trabalho com tecnologia e não tenho que me preocupar com isso”. Ledo engano. Como profissional da área que fui lhe afirmo: Muitos de nós terão que traduzir o “tecniquês” para que todos entendam, sob o risco de terem um boicote naquele projeto ou nova ferramenta.
Quanto mais as pessoas entenderem, estiverem envolvidas e souberem o que é esperado delas (em tempo de projeto), mais defenderão o novo.

No entanto, se elas não forem envolvidas e sensibilizadas, não terão qualquer compreensão sobre o papel delas e muito menos comprometidas estarão.

Exemplo: Se uma pessoa está numa carreira onde a sua habilidade de comunicação/negociação é exigida (e a maioria delas exigirá isso em maior ou menor grau) e ela não tem esta característica natural na personalidade, a probabilidade é que assuma muito mais responsabilidades do que tenha condição de entregar ou sofra para cumprir entregas que não são suas.

Se ainda, sabendo disso, ela não busca desenvolver esta competência através de cursos ou ferramentas que lhe possibilitem este despertar, então ela não escolheu um caminho.

Sua carreira está a deriva e daí tudo será ainda mais difícil.

Há também uma alta probabilidade de que esta pessoa seja desligada por desempenho: porque aceita tudo (sem saber dizer não), não entrega com qualidade (porque não tira suas dúvidas) ou porque não entrega nada no prazo (nunca estará suficientemente bom).
Existem várias formas de você buscar este autoconhecimento. Vou citar duas(mas existem muitas mais):
 
Dúvidas
Perfil Comportamental – O objetivo deste teste é levar ao entendimento de como a pessoa reage às situações em que está inserida. Minha recomendação é que o faça com profissionais certificados e não por testes gratuitos.
Pequenos desvios por falta de metodologia podem levar a um resultado parcial de comportamento.
O relatório ou inventário comportamental trará um entendimento sobre o comportamento atual.
Sugiro o “DISC” (alguns aspectos que serão analisados: Como você se motiva/Como se comunica/Como toma decisões/Como gerencia outras pessoas/Como gostaria de ser gerenciado/Competências Comportamentais e Talentos).
Mas o relatório é o início do caminho.

Para mudar características que se percebam necessárias há um longo percurso.

Adaptar hábitos ou rever posturas conecta com nossos valores e nossas crenças, portanto, é um exercício diário e difícil, mas muito necessário se desejar aumentar seu grau de empregabilidade.

 
Consultoria de Carreira – Com foco no apoio a construção e desenvolvimento de uma identidade profissional a consultoria é prática e objetiva.
Neste serviço, normalmente se parte da devolutiva do perfil comportamental e evolui para o plano de desenvolvimento individual, orientando e direcionando quais competências que precisam ser trabalhadas no cruzamento com a carreira escolhida.
Após iniciar este caminho tenho certeza tudo ficará bem mais claro e a carreira tenderá a deslanchar naturalmente e com muito mais velocidade!

Autoconhecimento



O sintoma que determinará se está tudo bem, é que a pessoa estará feliz, realizada por suas escolhas, sejam elas quais forem!

 

 

 

Leia Mais:

3K’s da Competências Individuais

3K’s – Como Desenvolver Competências Know How

3K’s – Networking – Fazer-se conhecido e reconhecido

Neila Cristina Franco

Graduada em Gestão Empresarial e Tecnologia da Informação; Coach Comportamental certificada pelo Instituto Edson De Paula na Metodologia Coaching Comportamental Evolutivo®; Consultora Disc Etalent; Oradora Profissional formada pelo Instituto Reinaldo Polito; Help Desk Manager pelo Help Desk Institute; Itil Foundation pela Venco Consultoria; Escritora, Palestrante.

Comments (3)

  1. […] post sobre Autoconhecimento a ferramenta DISC foi sugerida para apoio à essa […]

  2. […] continuidade ao tema dos 3K’s das Competências Individuais e depois de falarmos do Autoconhecimento e o Desenvolvimento de Competências, seguimos com o último K que se refere a sua capacidade de […]

  3. […] 3K’s- Autoconhecimento – Know Why […]

Deixa uma mensagem

Seu e-mail não será divulgado.

Related Posts

Enter your keyword